Triunfo (TPIS3): prejuízo mais que triplica no 1T21 triunfo Triunfo (TPIS3): prejuízo mais que triplica no 1T21 pedagio triunfo tpis3

Triunfo (TPIS3): prejuízo mais que triplica no 1T21

A Triunfo (TPIS3) reportou nesta quinta-feira (13) prejuízo líquido de R$ 49,02 milhões no primeiro trimestre de 2021. O resultado representa um crescimento de 228,1% em relação ao mesmo período de 2020.

A receita líquida ajustada somou R$ 229,7 milhões nos três primeiros meses do ano, redução de 6,4% em relação ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com a Triunfo (TPIS3), a receita foi impactada pela pandemia do coronavírus, que afetou o primeiro trimestre de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado e, principalmente, pela redução tarifária de 37,32% da Concebra, decorrente da decisão no âmbito do Tribunal Arbitral.

As despesas da Triunfo (TPIS3) somaram R$ 27,3 milhões no 1T21, crescimento de 17,8% em relação ao 1T20.

O resultado financeiro líquido foi uma despesa de R$ 46,5 milhões no primeiro trimestre de 2021, aumento de 33,4% na comparação ano a ano. Confira mais detalhes do balanço aqui.

Lucro operacional recua

O Ebit atingiu R$ 17,8 milhões entre janeiro e março deste ano, redução de 182,7% na comparação com igual etapa de 2020.

O Ebitda (lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado caiu 21,6% na comparação com o mesmo período de 2020, totalizando R$ 91,9 milhões.

Já a margem Ebitda ajustado da Triunfo (TPIS3) alcançou 40% no 1º trimestre de 2021, queda de 7,7 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020.

Endividamento da empresa

Em 31 de março, a dívida líquida da companhia era de R$ 1,661 bilhão. Isso representa uma elevação de 1,9% na comparação com o quarto trimestre de 2020.

A Triunfo (TPIS3) investiu R$ 39 milhões nos três primeiros meses de 2021. Os recursos foram investidos principalmente na Econorte.

Leitura recomendada

Veja balanços da empresas listadas na Bolsa brasileira (B3:B3SA3)

Dotz (DOTZ3) registra queda de 19,1% no prejuízo no 1T21