PetroReconcavo (RECV3): ANP aprova cessão de Polo Remanso para empresa petroreconcavo (recv3) PetroReconcavo (RECV3): ANP aprova cessão de Polo Remanso para empresa petrorencocavo recv3 e1620086729585

PetroReconcavo (RECV3): ANP aprova cessão de Polo Remanso para empresa

A PetroReconcavo (RECV3) comunicou nesta sexta-feira (28) que a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou a cessão dos contratos de concessão do Polo Remanso da Petrobras (PETR4) para a empresa.

A petroleira deverá pagar à Petrobras uma parcela no valor de US$ 21,0 milhões, abatidos da geração de caixa do ativo.

O saldo remanescente a pagar à Petrobras, no valor de US$ 5,0 milhões serão pagos em doze meses após o fechamento da transação.

Ontem (27), as ações da PetroReconcavo (RECV3) fecharam em alta de 1,31%, cotadas a R$ 15,51. Confira o fato relevante na íntegra.

O Polo Remanso está localizado na bacia do Recôncavo, na Bahia.

Remanso contempla 12 campos de produção terrestre: Brejinho, Canabrava, Cassarongongo, Fazenda Belém, Gomo, Mata de São João, Norte Fazenda Caruaçu, Remanso, Rio dos Ovos, Rio Subauma, São Pedro e Sesmaria.

A PetroReconcavo (RECV3) disse que ainda deverão ser aprovados pela ANP, como condição para a assinatura dos aditivos aos contratos de Concessão desta aquisição, a proposta de constituição dos instrumentos das garantias de desativação e abandono a ser apresentada pela companhia eo cronograma de transição da operação.

Além disso, para o fechamento da transação, ainda deverão ser transferidas as titularidades das licenças ambientais.

A PetroReconcavo (RECV3) já opera os campos do Polo Remanso através de Contrato de Produção com Cláusula de Risco (CPCR) celebrado com a Petrobras, concessionária dos mesmos, desde 1º de fevereiro de 2000.

Assim, depois do fechamento da transação, esses campos passarão a ser operados como concessões próprias e o resultado econômico passará a ser 100% contabilizado e incorporado nas demonstrações financeiras da PetroReconcavo (RECV3).

Com esta operação, a petroleira continua a se posicionar na liderança do processo de transformação da indústria onshore de petróleo e gás natural no Brasil.

IPO da PetroRecôncavo (RECV3)

No mês de maio, a PetroRecôncavo (RECV3) realizou sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Com a operação, a petroleira levantou R$ 1,187 bilhão.

Petrorecôncavo (RECV3) registrou prejuízo líquido de R$ 12,9 milhões no primeiro trimestre de 2021. O valor representa uma redução de 90,5% do prejuízo na comparação com igual trimestre do ano passado.

A receita líquida totalizou R$ 245,7 milhões nos três primeiros meses do ano, alta de 25,7% em relação ao mesmo período do ano passado

O Ebitda (lucro antes do juros, impostos, depreciação e amortização) subiu 25% na comparação com igual período de 2020, somando R$ 131,6 milhões.

LEIA MAIS

Confira as últimas aquisições que rolaram no mercado financeiro