FIQE3: IPO da Unifique Telecomunicações unifique FIQE3: IPO da Unifique Telecomunicações IPO da Unifique FIQE3

FIQE3: IPO da Unifique Telecomunicações

A Unifique (FIQE3) protocolou seu pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Isso significa que a empresa de telecomunicações vai abrir capital na B3 (B3SA3).

A oferta contará com tranche primária (quando recursos captados vão para caixa da empresa) e secundária (quando acionistas vendem participação) de ações ordinárias.

A cifra levantada na tranche primária será destinada para crescimento orgânico e novas aquisições. Os 20% restantes serão utilizados para demais investimentos.

Os acionistas vendedores são Fabiano Busnardo, com participação de 52,19%, Clever Mannes (37,98%), Erolf Schotten (4,79%) e Rafaela Cristiane Kisner Busnardo (4,79%).

Confira o prospecto preliminar na íntegra

A faixa indicativa de preço do IPO está situada entre R$ 8,41 e R$ 10,49.

Com base no número de ações da oferta e o meio da faixa, de R$ 9,45, o IPO da Unifique (FIQE3) pode movimentar aproximadamente R$ 900 milhões.

O valor mínimo para participar da oferta de ações da companhia é de R$ 3 mil e o valor máximo é de R$ 1 milhão por investidor de varejo.

A precificação das ações ocorre no dia 23 de julho. Já o início das negociações das ações na B3 (B3SA3) acontece no dia 27 de julho.

O IPO será coordenado por BTG Pactual (BPAC11), XP Investimentos e Itaú BBA.

Perfil da Unifique (FIQE3)

A Unifique (FIQE3) é uma operadora de telecomunicações localizada na região sul do País.

No prospecto preliminar, a companhia se considera a melhor banda larga e telefonia fixa do Brasil, se consolidando como a maior provedora de fibra óptica no estado de Santa Catarina, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A empresa oferece soluções para residências e empresas, unindo tecnologia de última geração a um elevado padrão de atendimento, com a missão de facilitar a vida das pessoas.

De acordo com o documento, a empresa já cobre mais de 1 milhão de residências e possui mais de 18 mil km de rede de fibra óptica.

A Unifique (FIQE3) totalizou, em 31 de março de 2021, 318 mil acessos em mais de 122 municípios em Santa Catarina e mais de 5 municípios no Paraná.

Além disso, está expandindo sua atuação para o Rio Grande do Sul, onde adquiriu em abril de 2021 uma operação com mais de 31 mil acessos.

Indicadores financeiros da companhia

A Unifique (FIQE3) teve lucro líquido de R$ 18,6 milhões nos três primeiros meses de 2021, ante R$ 50,4 milhões de igual etapa de 2020.

O Ebitda totalizou R$ 51,1 milhões entre janeiro e março deste ano, ante 139,1 milhões do primeiro trimestre de 2020.

A receita líquida totalizou R$ 89,7 milhões no 1T21, contra R$ 286 milhões do primeiro trimestre de 2020.

Em março de 2021, a dívida líquida da Unifique (FIQE3) era de R$ 128,6 milhões. No final de março do ano passado, a dívida líquida era de R$ 111,1 milhões.

O lucro bruto foi de R$ 46,6 milhões no 1T21, ante R$ 135,6 milhões entre janeiro e março de 2020.

A margem bruta atingiu 52% no primeiro trimestre de 2021, queda de 4,6 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2020.

Leitura Recomendada

CBA (CBAV3), Companhia Brasileira de Alumínio, pede registro de IPO

Confira mais notícias sobre os próximos IPOs de 2021