Intelbras (INTB3) registra lucro de R$ 184,5 milhões no 4º trimestre, alta de 14,4%

A Intelbras (INTB3) reportou nesta quarta-feira (28) um lucro líquido de R$ 184,5 milhões, o que representa uma elevação de 14,4% com relação ao realizado no mesmo período do ano anterior e margem líquida de 15,9% da receita operacional líquida.

A receita operacional líquida foi de R$ 1,162 bilhão no trimestre, representando uma variação de 24,5% com relação ao 3T23 e -4,5% frente ao mesmo período do ano anterior.

O EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 190,7 milhões, o que representa uma variação de 48,7% com relação ao mesmo período do ano anterior, representando uma margem EBITDA de 16,4%, um incremento de +3,2 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já o lucro bruto da Intelbras totalizou R$ 313,2 milhões no quarto trimestre do ano passado, uma redução de 9,2% na comparação anual.

A margem bruta, por sua vez, atingiu 26,9% no 4T23, um recuo de 1,4 ponto percentual na base anual.

O ROIC (pre-tax) consolidado da Companhia apurado nos últimos quatro trimestres foi de 23,3%, ficando 1,0 p.p. acima deste indicador consolidado realizado no terceiro trimestre e -3,1 pontos percentuais frente o mesmo período do ano anterior.

As despesas administrativas e gerais somaram R$ 144,5 milhões entre outubro e dezembro de 2023, uma diminuição de 30,4% na comparação com igual etapa de 2022.

O caixa líquido da Intelbras era de 389,2 milhões no final do trimestre, ante R$ 491,6 milhões de um ano antes.