Infracommerce CXAAS (IFCM3) inicia período de reserva de IPO

Infracommerce CXAAS (IFCM3) inicia período de reserva de IPO

A Infracommerce CXAAS (IFCM3) iniciou nesta terça-feira (13) o período de reserva para participar de seu IPO. O período de reserva encerra no dia 26 de abril.

Para participar da oferta de varejo é preciso investir no mínimo R$ 3 mil nas ações e no máximo R$ 1 milhão.

A companhia pode levantar R$ 1,982 bilhão em sua oferta de ações (IPO), considerando o ponto meio (R$ 25) da faixa indicativa de preço que vai de R$ 22 a R$ 28.

IPO contará com oferta primária (quando os recursos vão para caixa da empresa) e secundária (quando acionistas atuais vendem parte de suas fatias).

Desse montante, R$ 1,250 bilhão vai para o caixa da empresa. E os outros R$ 731 milhões vão para o bolso dos acionistas vendedores.

De acordo com o prospecto, a fixação de preço da oferta de ações acontece no dia 27 de abril.

Vale lembrar que a oferta não está limitada à faixa de preços. Ou seja, a cifra arrecadada pode variar tanto para cima quanto para baixo.

As ações da Infracommerce CXAAS (IFCM3) começam a ser negociadas em Bolsa no dia 29 de abril.

Os principais acionistas da empresa são os fundos IGVentures, e.Bricks Coinvestment, Flybridge Capital Partners, Transcosmos e Arrow Treasure.

Os coordenadores da oferta são Itaú, BTG, Goldman Sachs e Morgan Stanley.

Perfil Infracommerce CXAAS – IFCM3

A Infracommerce foi considerada a melhor empresa de soluções digitais para e-commerce do Brasil em nível de serviço, de acordo com o Prêmio de Inovação Digital da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM), do ano de 2020.

A companhia é formada por ecossistema de soluções digitais integradas compõe um white-label digital ecosystem para marcas e indústrias liderarem suas jornadas de digitalização do go-to-market por meio de uma experiência ao consumidor excepcional.

Infracommerce foi fundada no Brasil e atualmente tem operações no México, Colômbia, Chile e Argentina.

De acordo com o prospecto, a empresa é responsável pela operação de e-commerce de companhias como Ambev, Nike, Motorola, Ray Ban e Unilever, entre outras.

Indicadores financeiros

Em 31 de dezembro de 2020, a Infracommerce registrou receita líquida de R$ 236 milhões.

A companhia originou R$ 4,6 bilhões em gross merchandise volume (GMV) para seus clientes, além de um crescimento anual composto de 53% em receita líquida e 58% em GMV, entre 2018 e 2020.

Leitura Recomendada

Confira mais notícias sobre os próximos IPOs de 2021

Viveo (VVEO3) estrea na Bolsa na próxima sexta-feira