Grupo GPS (GGPS3): período de reserva do IPO começa no dia 7

O período de reserva para participar do IPO da Grupo GPS (GGPS3) inicia no dia 07 de abril e vai até 19 de abril.

A empresa já definiu sua faixa indicativa de preço, que varia entre R$ 13,00 e R$ 15,50 por papel. Considerando o ponto médio da faixa (R$ 14,25), a GPS pode movimentar aproximadamente R$ 2,570 bilhões em seu IPO.

Na tranche primária (quando os recursos vão para o caixa da empresa) serão ofertadas 90,1 milhões de ações, e na secundária (os acionistas vendem sua participação) serão 90,1 milhões de ações.

A oferta ainda pode ser acrescida de lotes adicional (36.075.036 ações) e suplementar (27.056.277 ações).

grupo-gps-ggps3-ipo-acoes grupo gps (ggps3): período de reserva do ipo começa no dia 7 Grupo GPS (GGPS3): período de reserva do IPO começa no dia 7 grupo gps ggps3 ipo acoes

Para participar da oferta de varejo do Grupo GPS (GGPS3), é preciso investir no mínimo R$ 3 mil nas ações e no máximo R$ 1 milhão.

De acordo com o prospecto, a fixação de preço acontece em 20 de abril.

Vale lembrar que a oferta não está limitada à faixa de preços. Ou seja, a cifra arrecadada pode variar tanto para cima quanto para baixo.

Os recursos da oferta primária serão direcionados para: aquisições (50,0%); pagamento de dividendos (25,0%); e fortalecimento da capacidade financeira (25,0%).

O IPO é coordenado por Itaú BBA, Goldman Sachs, Bank of America, BTG Pactual, Citi e Morgan Stanley.

As ações do Grupo GPS (GGPS3) começam a ser negociadas em Bolsa no dia 23 de abril.

Perfil do Grupo GPS (GGPS3)

O Grupo GPS, que opera desde 1962, é líder e maior player nacional do setor de prestação de serviços integrados, que incluem soluções de facilities, segurança, logística indoor, serviços de engenharia e manutenção industrial a mais de 2.700 clientes em 21 estados.

A companhia presta serviços para diversos clientes nos mais variados setores da economia como: indústria (44% da receita líquida total de 2020), serviços (32%), infraestrutura (15%), varejo (8%) e setor público (1%).

Indicadores financeiros

O lucro líquido da GPS foi de R$ 283 mil em 2020, ante R$ 212 mil de 2019 e R$ 201 mil de 2018.

A receita líquida somou R$ 4,9 milhões em 2020, contra R$ 4,311 milhões de 2019 e R$ 3,2 milhões de 2018.

O Ebitda totalizou R$ 564 mil no ano passado, ante R$ 449 mil de 2019.

A margem Ebtida ficou em 11,4% no ano passado, contra 10,4% do ano anterior.

Indicadores Financeiros (M.M) 2020 2019 2018
Receita Líquida R$ 4,9 R$ 4,3 R$ 3,2
Ebtida R$ 564 R$ 449 R$ 386
Margem Ebitda 11,4% 10,4% 11,8%
Lucro Líquido R$ 283 R$ 212 R$ 201

Leitura recomendada

Confira mais notícias sobre os próximos IPOs de 2021