Duratex (DTEX3) tem alta de 232,2% no lucro no 1º tri de 2021 duratex (dtex3) tem alta de 232,2% no lucro no 1º tri de 2021 Duratex (DTEX3) tem alta de 232,2% no lucro no 1º tri de 2021 duratexx dtex3 e1620477042621

Duratex (DTEX3) tem alta de 232,2% no lucro no 1º tri de 2021

A Duratex (DTEX3) registrou lucro líquido de R$ 172,6 milhões no primeiro trimestre de 2021. O resultado representa um crescimento de 232,2% em relação ao mesmo período de 2020.

A empresa explica que este resultado foi influenciado pelos benefícios capturados nos projetos de eficiência, assim como o desempenho financeiro favorável, sobretudo devido à queda no patamar da taxa de juros e variação cambial.

O lucro recorrente de R$ 222,4 milhões no 1TRI, alta de 223,1% ante mesmo período de 2020.

O Ebitda ajustado recorrente somou R$ 495,9 milhões, crescimento de 126,1% na comparação anual.

A receita líquida somou R$ 1,768 bilhão no trimestre, alta de 52,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Segundo a Duratex (DTEX3), a manutenção dos altos níveis de demanda em todas as Divisões, em especial na Divisão Madeira, e a estratégica política de aumento de preços, impulsionaram a receita líquida.

O lucro bruto totalizou R$ 606,4 milhões no 1º trimestre de 2021, aumento de 56,2% na comparação anual.

As despesas gerais e administrativas da Duratex (DTEX3) encerraram o trimestre em R$ 56,6 milhões, valor este 6,4% acima do apresentando no mesmo trimestre do ano anterior, porém com diluição de sua participação em relação à receita de 4,6% para 3,2% na comparação anual.

O Custo Caixa, Custo dos Produtos Vendidos líquidos de depreciação, amortização e exaustão e da variação líquida do ativo biológico, encerrou o primeiro trimestre do ano em R$ 1,018 bilhão, alta de 42,3% em relação ao mesmo período de 2020.

Margens

A margem líquida recorrente da Duratex (DTEX3) foi de 12,6%, alta de 6,7 pontos percentuais.

Já a margem Ebitda alcançou 28% no 1º trimestre de 2021, alta de 9,1 p.p. na comparação com igual trimestre de 2020.

Enquanto a margem bruta atingiu 34,3%, elevação de 0,9 p.p. na comparação com igual período de 2020.

O ROE da Duratex (DTEX3) atingiu 13,5% no período, um aumento de 9,2 pontos percentuais.

Endividamento da Duratex (DTEX3)

Em 31 de março, a dívida líquida da Duratex (DTEX3) era de R$ 1,869 bilhão. Isso representa uma diminuição de 9,1% na comparação com igual período de 2020.

A alavancagem financeira da empresa, ficou em 1,19x no final de 2021, baixa de 0,98 p.p.

No trimestre, a Duratex (DTEX3) investiu R$ 132,4 milhões, dos quais R$ 84,5 milhões foram investidos em ativos imobilizados e intangíveis, um aumento de 27,4% em relação ao mesmo período de 2020, e R$ 47,9 milhões para formação de ativo biológico.

Leitura recomendada

Veja balanços da empresas listadas na Bolsa brasileira (B3:B3SA3)

Dotz (DOTZ3) registra queda de 19,1% no prejuízo no 1T21