Bluefit, rede de academias, protocola IPO

Bluefit, rede de academias, protocola IPO

A rede de academias, Bluefit, protocolou seu pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

No prospecto, a empresa diz que a oferta contará com tranche primária (quando recursos captados vão para caixa da empresa) e secundária (quando acionistas vendem participação) de ações ordinárias.

Os recursos levantados na oferta primária serão direcionados para para o crescimento orgânico da companhia, por meio da abertura de novas filiais pelo Brasil, e pela aquisição de novas franquias e/ou participações.

Já na oferta secundária, os acionistas vendedores serão os fundos Leste Private, LPE II, LPE I, Síntesi e James Marcos.

O valor mínimo para participar da oferta de ações da Bluefit é de R$ 3 mil e o valor máximo é de R$ 1 milhão por investidor de varejo.

A Bluefit pretende captar aproximadamente R$ 400 milhões, de acordo com fontes ouvidas pelo Valor.

Confira o prospecto preliminar completo

O IPO será coordenado pela XP Investimentos.

Resultados da Bluefit em 2020

A Bluefit registrou receita líquida de R$ 64 milhões em 2020, contra R$ 117,3 milhões de 2019.

O Ebitda somou R$ 1,2 milhão no ano passado, ante R$ 46,5 milhões do ano imediatamente anterior.

Já a margem Ebitda caiu de 39,7% no ano passado para 1,9% em 2020.

A Bluefit registrou prejuízo de R$ 31,4 milhões de 2020, revertendo lucro líquido de R$ 719 mil de 2019.

O lucro bruto foi de R$ 8 milhões em 2020, ante R$ 47,4 milhões do ano anterior.

Enquanto a margem bruta atingiu 12,6%, queda 27,6 pontos percentuais.

destaques-financeiros-bluefit

Perfil da empresa

A Bluefit acredita ser uma das líderes do mercado fitness no País, sendo a segunda maior rede de academias low cost do Brasil.

No prospecto, a empresa apresenta uma expressiva taxa de crescimento em números de academias, passando de 7 unidades em 2016 para 102 unidades em operação (61 próprias e 41 franquias) e 33 unidades com contratos assinados e mais de 201 mil clientes ativos em 30 de junho de 2021.

Atualmente, a rede de academias tem capilaridade nacional com presença, considerando os contratos assinados, em 15 estados brasileiros, além do Distrito Federal, em mais de 50 cidades nas cinco regiões do país.

bleufit-regioes-brasil

A Bluefit foi fundada em maio de 2015, sob a marca Health Place, com a abertura da unidade Carijós, em Santo André, Estado de São Paulo.

Em novembro de 2016, a empresa recebeu o primeiro investimento da Leste Private Equity.

No ano seguinte, a rede de academias recebeu dois aportes adicionais de novos investidores, o que possibilitou a aceleração do crescimento da marca e um ciclo de expansão orgânica.

Em 2017, passou a operar um modelo de negócios misto que inclui, além da manutenção e investimento nas unidades próprias, a estratégia de franchising, de forma a complementar seu crescimento, por meio da associação com operadores locais, com conhecimento da sua região, rede de fornecedores e potenciais clientes, em cidades de menor porte.

As aulas da Bluefit podem ser dividas em três categorias: artes marciais; ginástica e danças; e neuromuscular.

bluefit-aulas

Leitura Recomendada

Confira mais notícias sobre os próximos IPOs de 2021