Asset: o que faz uma gestora de recursos?

Asset management, em tradução livre, significa “gestão de ativos”. Na indústria financeira, o termo é usado para se referir ao processo de gerenciamento de investimentos e ativos financeiros por uma gestora de recursos ou por um profissional de gestão de ativos.

Uma gestora de recursos é uma empresa especializada em gerenciar os ativos financeiros de seus clientes, sejam eles investidores individuais, fundos de pensão, seguradoras ou outras entidades financeiras. A principal função de uma gestora de recursos é maximizar o retorno sobre o investimento dos clientes, enquanto minimiza o risco associado a esses investimentos.As gestoras de recursos são responsáveis por realizar pesquisas e análises detalhadas sobre os investimentos em potencial, a fim de determinar o melhor caminho a ser seguido para atingir os objetivos do cliente. Além disso, elas são responsáveis por monitorar de perto o desempenho dos investimentos e ajustar a estratégia de investimento sempre que necessário.

Para atingir esse objetivo, as gestoras de recursos geralmente possuem equipes de profissionais especializados em análise de mercado, gestão de portfólio e estratégias de investimento. Esses profissionais trabalham juntos para desenvolver uma estratégia de investimento personalizada para cada cliente, levando em consideração seus objetivos financeiros, tolerância ao risco e outras características individuais.

Qual diferença entre asset e corretora de valores?

A principal diferença entre uma asset e uma corretora de valores é a natureza dos serviços que cada uma oferece.

Uma corretora de valores é uma empresa que atua como intermediária entre os investidores e o mercado financeiro. As corretoras oferecem aos seus clientes uma plataforma de negociação online ou um atendimento pessoal, que permite a compra e venda de ativos financeiros, como ações, títulos, fundos de investimento, entre outros.

As corretoras de valores também podem oferecer outros serviços, como análises de mercado, informações sobre empresas e seus setores, além de oferecer opções de investimento para seus clientes.

Por outro lado, uma gestora de recursos é uma empresa que gerencia os investimentos dos seus clientes com o objetivo de maximizar os retornos financeiros e minimizar o risco. As gestoras de recursos trabalham com equipes de profissionais altamente especializadas em análise de mercado, gestão de portfólio, estratégias de investimento, entre outros.

As gestoras de recursos desenvolvem estratégias personalizadas para cada cliente, levando em consideração seu perfil de investimento e objetivos financeiros. As gestoras podem investir em diferentes tipos de ativos financeiros, como ações, títulos, fundos de investimento, entre outros.

Asset management industrial

O asset management industrial é uma estratégia de gestão de ativos usada por empresas industriais para maximizar o valor dos seus ativos físicos, como máquinas, equipamentos e infraestrutura.

Essa estratégia envolve o gerenciamento do ciclo de vida dos ativos, desde a aquisição até a disposição final, buscando otimizar a sua utilização e prolongar a sua vida útil. A gestão de ativos industriais também inclui a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos e análise desempenho dos ativos para identificar oportunidades de melhoria.

O objetivo do asset management industrial é melhorar a eficiência dos processos produtivos, aumentar a produtividade e reduzir os custos operacionais. Além disso, essa estratégia pode ajudar a minimizar o risco de falhas nos equipamentos, reduzir os custos de manutenção e prolongar a vida útil dos ativos.

Para implementar uma estratégia de asset management industrial eficaz, é necessário ter uma equipe especializada em gestão de ativos, além de sistemas de monitoramento e análise de dados avançados para avaliar o desempenho dos ativos e identificar oportunidades de melhoria.

Qual a diferença entre asset management e wealth management?

A Asset management e wealth management são duas áreas relacionadas, mas distintas, da gestão de patrimônio.

Como dito anteriormente, a primeira refere-se ao gerenciamento de investimentos em nome de terceiros, como fundos de investimento, carteiras gerenciadas, e outros produtos de investimento.

Já o wealth management, também conhecido como gestão de patrimônio, refere-se à gestão completa da vida financeira de um indivíduo ou família. Isso inclui aconselhamento financeiro, planejamento sucessório, gestão de investimentos, planejamento tributário, planejamento imobiliário e gestão de riscos. Os wealth managers, que trabalham em bancos privados, corretoras e empresas de gestão de patrimônio, têm como objetivo proteger e fazer crescer o patrimônio de seus clientes, gerenciando de forma integrada todas as suas finanças.

Resumindo, a principal diferença entre asset management e wealth management é que o primeiro se concentra exclusivamente na gestão de investimentos, enquanto o segundo abrange uma gama mais ampla de serviços financeiros.

Importância

A asset management é uma atividade extremamente importante na economia moderna, tanto para investidores individuais quanto institucionais, empresas e governos. Abaixo, listamos algumas das razões pelas quais a asset management é tão relevante:

  1. Maximização dos retornos: Através da gestão profissional de ativos, os gestores de fundos de investimento e carteiras gerenciadas têm como objetivo maximizar os retornos dos investimentos em nome de seus clientes, dentro de um nível aceitável de risco. Dessa forma, os investidores podem obter um retorno superior ao que conseguiriam com investimentos individuais ou com uma gestão amadora.
  2. Diversificação: Os gestores de ativos podem ajudar a diversificar a carteira de investimentos dos clientes, permitindo que os mesmos reduzam o risco e aumentem o potencial de retorno. A diversificação é importante para evitar perdas significativas em momentos de turbulência no mercado.
  3. Acesso a mercados restritos: Através da gestora de ativos, os investidores podem ter acesso a mercados restritos, como os mercados emergentes, que oferecem oportunidades de retorno mais elevadas, mas que também apresentam maiores riscos.
  4. Economia de escala: A gestão profissional de ativos permite que os investidores se beneficiem da economia de escala. Por exemplo, um fundo de investimento pode ter acesso a um conjunto diversificado de ativos, com menores custos e riscos, do que um investidor individual teria.

Como escolher uma asset?

Escolher uma gestora de recursos pode ser uma decisão importante para alcançar seus objetivos financeiros de longo prazo. Aqui estão algumas etapas que podem ajudar na escolha de uma gestora de recursos:

  1. Defina seus objetivos financeiros: Antes de procurar uma gestora de recursos, é importante ter clareza sobre seus objetivos financeiros. Você está procurando um investimento de longo prazo para aposentadoria ou quer investir em algo de curto prazo? Quanto você está disposto a arriscar em relação ao retorno sobre o investimento? Ter uma ideia clara de seus objetivos e tolerância ao risco pode ajudar a encontrar uma gestora que se adeque às suas necessidades.
  2. Pesquise bastante: Pesquise diferentes gestoras de recursos, considerando fatores como histórico de desempenho, tamanho da gestora, estratégia de investimento, taxas e comissões, entre outros.
  3. Analise o histórico de desempenho: Verifique o histórico de desempenho das gestoras que você está considerando, examinando o desempenho de suas estratégias de investimento ao longo do tempo. Veja se a asset teve um desempenho consistente ou se houve flutuações significativas. Além disso, verifique se o desempenho passado pode ser sustentado no futuro.
  4. Considere a estratégia de investimento: Verifique se a estratégia de investimento da gestora está alinhada com seus objetivos e tolerância ao risco. Por exemplo, se você está procurando um investimento de longo prazo e tem um baixo nível de tolerância ao risco, uma gestora que se concentra em ações de alto risco pode não ser adequada para você.
  5. Considere as taxas e comissões: Verifique as taxas e comissões cobradas pela gestora, incluindo as taxas de administração, performance e de resgate, e verifique se elas são razoáveis em comparação com outras gestoras de recursos.
  6. Verifique a reputação da gestora: Verifique a reputação da gestora e procure por comentários e análises de clientes atuais e antigos. Além disso, verifique se a gestora tem algum histórico de problemas legais ou regulatórios.
  7. Converse com a gestora: Agende uma reunião ou uma chamada de vídeo para conversar com a gestora e fazer perguntas sobre sua estratégia de investimento, filosofia, desempenho, taxas e comissões. Isso pode ajudar a obter uma visão mais detalhada sobre a gestora e sua abordagem de investimento.

Ao seguir essas etapas, você pode tomar uma decisão mais informado sobre qual gestora de recursos escolher. Lembre-se de que, embora o desempenho passado não seja garantia de desempenho futuro, a escolha da gestora certa pode ajudar a maximizar suas chances de alcançar seus objetivos financeiros.

Como trabalhar em uma gestora?

Trabalhar em uma asset pode ser uma carreira desafiadora e emocionante. Aqui estão algumas etapas que podem ajudar a começar a trabalhar em uma gestora de recursos:

  1. Obtenha uma educação relevante: A maioria das gestoras de recursos exige que seus funcionários tenham formação em finanças, economia, contabilidade ou áreas relacionadas. Considere obter um diploma universitário em uma dessas áreas e considerar um mestrado em finanças ou uma certificação financeira para aumentar suas habilidades e credibilidade.
  2. Adquira experiência em finanças: Considere obter experiência em finanças trabalhando em uma corretora ou na tesouraria de bancos. Isso pode ajudar a construir suas habilidades e a compreender o setor financeiro.
  3. Desenvolva habilidades analíticas e de pesquisa: As gestoras de recursos requerem habilidades analíticas e de pesquisa. Aprenda a analisar dados financeiros, a realizar pesquisas de mercado e a avaliar o desempenho de ativos.
  4. Mantenha-se atualizado sobre o mercado: Leia notícias e informações sobre o mercado financeiro, mantenha-se atualizado sobre as últimas tendências de investimento e aprenda sobre novas ferramentas e tecnologias que podem afetar a indústria.
  5. Aprenda a gerenciar o tempo e as prioridades: As gestoras de recursos geralmente têm prazos apertados e muitas demandas, portanto, é importante aprender a gerenciar o tempo e as prioridades de maneira eficaz.
  6. Considere obter uma certificação financeira: As certificações financeiras, como a CFA (Chartered Financial Analyst), podem ajudar a aumentar sua credibilidade e melhorar suas habilidades e conhecimentos em finanças.

Essas são algumas etapas que podem ajudar a começar a trabalhar em uma gestora de recursos. Lembre-se de que a carreira em finanças pode ser competitiva, então esteja disposto a trabalhar duro e manter-se atualizado sobre a indústria para atingir seus objetivos.

Leitura recomendada

Como comprar ações que pagam dividendos com desconto?

Carteira recomendada: o que é e como funciona?